, ,

Mãe de Sagitário (ou com ascendente Sagitário)

Hoje é dia de post especial aqui no blog, da nossa querida Astróloga Sílvia Bacci! Dessa vez ela nos conta o jeitinho da mãe de Sagitário (jeitinho não, porque as sagitarianas são intensas, e nelas tudo parece acontecer no superlativo! Então é “jeitão”, de “mãezona”!). Amei imaginar como Catarina, que tem esse signo, serão como mãe! Agora é a sua vez de ler e se deliciar!

Pense em uma mãe animada, com espírito de aventura e uma inquietação constante, como se tudo o que ela fizesse não fosse o bastante. Esta é você, a mãe de Sagitário. Espontânea, divertida e repleta de entusiasmo.

Já parou para pensar porque o símbolo do seu signo é um arqueiro? As flechas que você atira são simbólicas. Elas vão tão longe quanto os seus ideais. É comum que a sagitariana provoque movimentos de expansão para toda a família, propondo questionamentos, mudanças, viagens, novas crenças e novos conhecimentos.

Sua empolgação e sua frustração podem acontecer na mesma medida. Quando os problemas são ampliados pela lente de aumento de Júpiter, o drama e o excesso entram em cena. Você tende a exagerar quando seus filhos são o assunto. Procure não mobilizar seus parentes e suas amigas à toa, assim você contará a ajuda deles quando o problema for mesmo importante.

Se algo impedir o seu crescimento pessoal, é possível que você engorde. É o inconsciente, lembrando a sua necessidade de se sentir importante e de fazer algo significativo. “Preciso ter o meu espaço!” é o lema sagitariano. Qual é o espaço que você deseja? Se a maternidade estiver te distanciando de algo que você adora, busque alternativas para não se afastar disso por completo.

Você costuma ter sorte. Um encaixe improvável na agenda do pediatra, uma bolsa de estudos para o caçula, um convite inesperado para viajar com as crianças. Será que os céus beneficiam as mães de Sagitário? Simples. Ao acreditar que tudo vai dar certo, você atrai facilidades e a vida flui melhor.

Às vezes você é franca demais, às vezes pode parecer ingênua, pois tem o coração aberto diante da vida. Fala verdades mesmo sem querer, e as crianças seguem rapidamente o seu exemplo. Na educação delas, você prefere ir contra as normas sociais a trair sua consciência e aquilo em que realmente acredita.

Para que seus filhos entendam as suas contradições, conte com a ajuda da mitologia. Mostre a eles a figura que representa Sagitário. É o centauro, metade homem, metade cavalo. Assim como ele, você tem o desafio constante de conciliar o instinto e a razão. “Hoje estou usando mais o pensamento, amanhã usarei mais o coração.”

À medida que vão crescendo, suas crianças percebem que esta mãe é tudo, menos “morna e previsível”. E o principal, que o seu amor também é tamanho gigante. Melhor, impossível.